​© 2013 por Luisa Restelli


 

  • Instagram
  • Facebook - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
Workshop Terapêutico
por meio da dança do ventre
Dia 9 de Abril de 2016
Horário: 10h - 13:30h
Local: Copacabana

Com base na psicoterapia corporal, este workshop une os movimentos básicos da dança do ventre, a visão de mente e corpo como uma unidade somatopsíquica e trabalhos de experiência do movimento para um mergulho interno. Este é um momento para as mulheres se reunirem e juntas mergulharem em seu próprio ser, descobrindo espaços internos a serem revisitados e ressignificados.

 

O domínio da técnica não é tão importante para este workshop, por isso todas podem fazer. O foco está na experiência do movimento e o que este nos leva.

 

 

DEPOIMENTOS:

 

Cristina Pereira: Gostei muito de ter participado do workshop de Dança do Ventre como caminho terapêutico. O trabalho é muito bem proposto e conduzido por Luisa Restelli Akstein, num clima de concentração, seriedade e delicadeza. Em pouco tempo, conseguimos desenvolver através dos movimentos básicos, um caminho interior que nos leva à percepção de questões profundas do nosso corpo, sua expressão e limites e contato com emoções guardadas. É uma oportunidade de mergulho e conhecimento de nós mesmos. E um estimulo à arte da Dança.

Parabéns, Luisa . Muito obrigada!

Cristina Pereira (atriz)

 

Monifa Khalidah: O work da Luisa sobre dança do ventre terapêutica que ela realiza é um trabalho maravilhoso, completamente diferente do que já vi, te deixa relaxante, tranquila, mexe no mais profundo entre corpo, alma e consciente para que você perca o medo, a timidez, entre outros, para que você olhe pra dentro de si e faça uma arrumação. Eu acho que na dança do ventre todos deveriam fazer esse curso nem que fosse pelo menos um workshop pra refletir e sentir a si próprio. Vale a pena, irá ver a dança com outros olhos e no seu dia a dia tbm.

 

Zahra Li (Aline Brito): Antes de fazer o workshop, eu já estava bem inclinada por confiar no trabalho da Luisa e curiosa pois, até então, nunca tinha feito uma aula voltada para dança do ventre como terapia. Por mais que eu seja professora e trabalhe muito voltada para a autoestima da mulher, não tinha feito algo especialmente com uma psicóloga. E não deu outra, amei do princípio ao fim. Foi super produtivo. Em pouco tempo conseguiu mexer muito produtivamente com todas. E, desde o alongamento e da explicação inicial, foi tudo muito objetivo e ao mesmo tempo subjetivo. Ou seja, mexeu muito com nosso interior, trazendo mudanças relâmpago. Eu senti que mexeu a ponto de "poxa, já mudou alguma coisa!" e trouxe pra gente a vontade de continuar o trabalho, formando uma turma contínua. Individualmente, mexeu muito comigo, me libertou muito pra coisas que eu já sabia mas que não estava à luz da consciência. O cuidar de mim mesma, eu acho que estava precisando deste momentinho. E no exercício final foi melhor ainda, pois ressignificou tudo, trouxe à luz da consciência mesmo o ponto que preciso melhorar em mim e acredito que para as meninas também. Deu mais certeza de que esse é o caminho. Não tem como só aprender técnica e movimento e ir pra lá dançar. Quanto mais a gente se melhora quanto ser humano, mas a nossa dança vai, também, melhorar.